Fronteira

Compadre de Rafaat, ex-prefeito de Ponta Porã diz que União precisa investir na fronteira

Deputado diz estar consternado com a morte de Rafaat, por causa da família

Prefeito de Ponta Porã por dois mandatos, e compadre de Jorge Rafaat, o deputado estadual Flávio Kayatt (PSDB) diz que o problema na região está nas ações equivocadas do governo federal. Segundo ele, a União investe pouco em segurança na região e desperdiça tempo com ações nos morros cariocas.

“A atuação hoje em relação à questão de fronteira é errada. É preciso que a atuação seja na fronteira e não nos morros cariocas, é que aqui é a fonte. Hoje o governo de Mato Grosso do Sul, além de ter todo o aparato, investe R$ 97 milhões em segurança, em contrapartida, o governo federal investe apenas R$ 17 milhões”, critica.
Para ele, o governo federal precisa estar mais presente, pois só assim vai resolver de uma vez por todas essa situação de calamidade.

Kayatt diz ainda ser padrinho de Jorge Rafaat, e muito próximo da família. Devido a isso diz estar consternado com a situação. “Sou padrinho do filho dele. Há 26 anos o Jorge me convidou para ser padrinho do filho e eu aceitei. Estou consternado com a morte por causa da família”, afirma.

Ao ser questionado sobre a proximidade com um dos maiores barões do tráfico do estado, o deputado pediu para a assessoria encerrar a entrevista. MIDIAMAX

Comentarios

Más popular

Arriba