Economia

Temer: desemprego não cresceu, mas sim o nº dos que procuram trabalho

O presidente participou, nesta sexta-feira (4) de evento da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM), em São Paulo
Temer: desemprego não cresceu, mas sim o nº dos que procuram trabalho
© Alan Santos/PR

Notícias ao Minuto Brasil
HÁ 44 MINS POR NOTÍCIAS AO MINUTO

ECONOMIA DECLARAÇÃO

O presidente Michel Temer (MDB) declarou nesta sexta-feira (4) que o número do desemprego não aumentou. O que teria crescido, segundo ele, seria a quantidade “dos que procuram emprego”. Declaração foi dada durante sua participação em um evento da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) em São Paulo.

Segundo o emedebista, os brasileiros estão com mais esperança de procurar oportunidades de trabalho por conta da melhoria dos indicadores econômicos.

“Não é porque o desemprego aumentou. É que o desempregado, quando a economia começa a melhorar, ele, que estava desalentado, portanto não procurava emprego, ele se transforma num alentado, ele vai procurar emprego”, afirmou Temer. “Aqueles que procuram emprego, alentados que se acham, aumenta porque a economia está melhorando”, completou.

De acordo com o G1, Temer afirmou que houve o registro de 78 mil carteiras assinadas no país em janeiro, 69 mil em fevereiro e 59 mil em março. Por outro outro lado, o presidente disse que a procura por trabalho aumentou, atingindo 1,5 milhão de pessoas.
PUBLICIDADE.
NUEVA EMPRESA DEL GRUPO CAPITANBADO.COM
GLOBAL INVEST PJC.
COMO INSTALAR SUA EMPRESA EM PEDR JUAN CABALLERO.

PUBLICIDAD.


Seja sempre o primeiro a saber. Baixe o nosso aplicativo gratuito.

APP FM CAPITANBADO.

Oi pessoal to passando pra informar que nosso RADIO FM já tem o seu próprio App FM CAPITANBADO, sua radio para Android e o mais legal ele é GRATIS. E gostaria de pedir para todo os nossos internautas que instalem, comente e avalie o aplicativo para assim ir melhorando o App.- FM Capitán Bado: https://play.google.com/store/apps/details?id=com.fmcapitanba

Comentarios

Más popular

Hasta arriba