Economia

Ministro teme que outros países suspendam compra de carne

“O Brasil pode perder muito se essa situação não conseguir ser resolvida rapidamente”, afirmou Blairo Maggi (PP)

© Reuters
O ministro da Agricultura Blairo Maggi (PP) afirmou nesta sexta (23) que após a decisão dos EUA de suspender temporariamente a compra de carne fresca do Brasil, outros países podem tomar a mesma medida.
PUBLICIDADE:

NOSSO NOVO PATROCINANTE.
HOTEL ITALYAN’S
EM PONTA PORÁ – MS

De acordo com o ministro, o bloqueio dos EUA está relacionado com o preparo e a limpeza do alimento, mas também pode ser sido influenciada por pressão de produtores norte-americanos.

“Os Estados Unidos são guias para muitos países, especialmente os pequenos da América Central. O Brasil pode perder muito se essa situação não conseguir ser resolvida rapidamente”, afirmou.

Segundo o G1, a suspensão da importação da carne pelos Estados Unidos tem como base o surgimento de abcessos – formações inflamatórias – na carne.

“Isso é proveniente da vacinação contra a febre aftosa no Brasil, cuja aplicação pode provocar isso se não for feita no local correto. O problema vai ser resolvido nos frigoríficos, com a limpeza das carnes antes da exportação”, declarou.

Ainda de acordo com a reportagem, há atualmente uma carga calculada entre 10 e 15 mil toneladas que está sendo transportada para os EUA por meio de navios, mas que pode ser barrada. “Se não resolvermos a situação, essa carne deverá voltar”, afirmou o ministro.

Caso o bloqueio ocorra, a medida levaria a um prejuízo estimado em US$ 90 milhões.

publicidade.

Comentarios

Más popular

Arriba