Economia

Mercado de trabalho no Agro gera saldo positivo em MS, crescimento ultrapassa 20% este ano

Mercado de trabalho no Agro gera saldo positivo em MS, crescimento ultrapassa 20% este ano

O agro é um campo de oportunidades. Prova disso, é que o número de colocações no mercado de trabalho cresceu em Mato Grosso do Sul, gerando saldo positivo no acumulado de 2017. Entre janeiro e maio o resultado entre admissão e demissão totalizou 2.174 postos com carteira assinada, 23% mais do que no mesmo período do ano passado, de 1.763. Os dados são do Caged – Cadastro Geral de Empregados e Desempregados e foram divulgados na última edição do boletim do Departamento de Economia do Sistema Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de MS.
PUBLICIDADE:

Entre os segmentos que mais contrataram está o cultivo de cana-de-açúcar e o de oleaginosas, além da criação de suínos e aves. Um exemplo deste cenário positivo é a história de Anderson de Souza Fernandes (29), que tem motivos para comemorar. Recentemente foi contratado por uma cerealista em Maracaju, município em que reside. Ele é responsável pela armazenagem e seleção de grãos. “Mudou muita coisa, tanto profissional como financeiramente. Estou mais confiante e tenho autonomia para me posicionar dentro da empresa, além de despertar em mim a vontade de explorar ainda mais o meu campo de atuação”, explica.

A transformação na vida do Anderson começou desde que confirmou a matrícula no Curso Técnico em Agronegócio, do Senar/MS – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de MS. “Quando digo que sou formado nesta área as pessoas me olham com outros olhos. Só estou onde estou por causa desta formação. Buscavam uma pessoa que entendesse de diferentes processos, do plantio à logística, foi quando disseram que o meu perfil e o currículo atenderiam a vaga ofertada, graças a minha qualificação”.

Atender este tipo de demanda, o Senar/MS oferece gratuitamente capacitações com alto nível técnico e embasamento científico para que o profissional desenvolva da melhor forma possível sua atividade. “A tecnologia aplicada no agro leva cada vez mais profissionais para o campo. Ser o segmento responsável pelo bom desempenho está atrelado à necessidade de produzir mais e de forma sustentável, o que exige que o capital social, ou seja o trabalhador rural, seja um especialista no que ele faz”, afirma o presidente do Sistema Famasul, Mauricio Saito.

Anderson é um dos 48 alunos que concluíram a primeira turma do curso Técnico em Agronegócio. A colação de grau acontece neste sábado, dia 24 de junho, na sede da Casa Rural. Em Mato Grosso do Sul, 339 alunos estão matriculados em cinco polos presenciais, sendo eles: Aparecida do Taboado, Coxim, Campo Grande, Dourados e Maracaju.

Fonte: Famasul

FM CAPITANBADO
PUBLICIDADE.
Oi pessoal to passando pra informar que nosso site CapitanBado.com já tem o seu próprio App da FM CAPITANBADO, sua radio para Android e o mais legal ele é GRATIS. E gostaria de pedir para todo os nossos internautas que instalem, comente e avalie o aplicativo para assim ir melhorando o App.
– FM Capitán Bado: http://migre.me/q2ZKp

Comentarios

Más popular

Arriba