Economia

Fábrica de monitores da Philips em Jundiaí será fechada

Fábrica de Jundiaí: com o encerramento das atividades, 320 pessoas serão demitidas
Luísa Melo Luísa Melo, de EXAME.com
Siga-me

PUBLICIDADE:
156172_1062989700426299_743336711891439460_n
São Paulo – A fábrica de monitores e painéis digitais da Philips e da AOC em Jundiaí, no interior de São Paulo, será fechada.

A planta pertence à Envision, empresa do grupo chinês TPV Technology, que detém as duas marcas e ainda fabrica aparelhos para outras companhias.

As atividades começam a ser encerradas em abril. Até julho, toda a produção dos monitores migrará para a unidade da TPV em Manaus (AM), onde já são feitos televisores.

PUBLICIDADE:
banner-anuncie
Cortes

A fábrica da TPV em Jundiaí emprega 530 pessoas. Destas, 320 serão demitidas.

Outros 120 funcionários serão transferidos para o centro de distribuição da empresa, que fica na mesma região, e 90 irão para o escritório administrativo, em São Paulo.

A fabricante não explicou o porquê do fechamento da planta, apenas alegou “motivos estratégicos”.

“A TPV identificou, e assegurou, que a unidade de Manaus, de maior metragem, possui capacidade para absorver toda a linha de produção da empresa, centralizando os serviços em uma mesma planta, garantindo maior eficiência e sinergia e incrementando a competitividade”, disse a companhia em nota.
PUBLICIDADE:
banner-site

Comentarios

Más popular

Arriba