Economia

Dólar sobe e vai a R$3,13 com correção e aversão ao risco no exterior

Depois de cair nos seis pregões anteriores e ir abaixo de 3,10 reais, o dólar fechou a quarta-feira em alta, acompanhando o cenário menos otimista no exterior diante da turbulência política nos Estados Unidos, que alimentou temores de que o presidente Donald Trump possa não ter força para implementar seus planos econômicos e tributários.
PUBLICIDADE.
SAFRA Cambio #

O dólar subiu 1,23 por cento, a 3,1337 reais na venda, depois de ceder 3,14 por cento em seis pregões.

Na máxima da sessão, a moeda norte-americana atingiu 3,1357 reais. O dólar futuro tinha alta de 1,05 por cento no final da tarde.

O movimento de busca por proteção se estendeu pelos mercados financeiros internacionais nesta sessão após notícias de que Trump pediu ao ex-chefe do FBI James Comey para encerrar a investigação da agência sobre os laços entre o antigo conselheiro da segurança da Casa Branca Michael Flynn e a Rússia.

Além disso, ele foi acusado de ter passado informações confidenciais à Rússia.

“Trump perde poder de fogo nas negociações com o Congresso”, afirmou o economista da corretora Guide Ignácio Crespo Rey.

No exterior, o dólar caía ante uma cesta de moedas, mas subia ante divisas de países emergentes, como o rand sul-africano e os pesos chilenos e mexicano.

“O mercado começa a colocar em xeque o que ele prometeu nas eleições”, afirmou o operador da corretora H.Commcor, Cleber Alessie Machado.
MIDIAMAX

PUBLICIDAD:
WWW.PARABET.COM.PY

Av.Carlos Antonio Lopez / Las Residentas
PEDRO JUAN CABALLERO – AMAMBAY – PARAGUAY

Comentarios

Más popular

Arriba