Economia

Com volta da alíquota de 17% do ICMS, diesel sobe até 6,62%

Com volta da alíquota de 17% do ICMS, diesel sobe até 6,62%

PUBLICIDADE:
anuncie7
Já no segundo dia da volta da alíquota de 17% de ICMS, neste sábado os postos aumentaram o preço cobrado na bomba em até 6,26%. Na maioria dos postos o litro está em média R$ 0,20 mais caro. Em postos da bandeira Taurus, por exemplo, o aumento variou entre 5,78% e 6,62%. Na rede de Posto Locatelli, o repasse foi menor, 3,13%, elevando o preço do diesel S-10 de R$ 3,19 para R$ 3,29. Em julho, primeiro mês de vigência menor, o diesel chegou a ser vendido a R$ 2,735.
Ainda manhã deste sábado (02) foi possível abastecer com diesel vendido no preço antigo. Agora a tarde, com o reabastecimento dos postos, as distribuidoras já emitiram a fatura com o preço embutindo a elevação de 41% da alíquota (de 12 para 17%).

os-impostos-sobre-combustiveis-subiram-a-partir-de-1-de-fevereiro-o-que-fez-aumentar-o-preco-da-gasolina-e-do-diesel-segundo-calculos-do-governo-a-alta-seria-de-r-022-por-litro-para-a-1424907281292_640x640
No Posto Modelo, na Avenida Costa e Silva, os reajustes foram diferenciados. O diesel S-10, teve 5,78%, passando de R$ 3,11 para R$ 3,29. O comum, que custava R$ 3,019, aumentou 6,62%, foi para R$ 3,19. No posto VIP, localizado na Avenida Marechal Deodoro, o S-10 já está 6,26%, passou de R$ 3,18 para R$ 3,38. O comum que era vendido a R$ 3.08 subiu 6,49%, passando a R$ 3,28.

Segundo a Secretaria de Fazenda, não foi mantida a redução da alíquota de ICMS, porque em cinco meses de vigência, os postos repassaram integralmente ao consumidor a redução do imposto e também não houve um incremento de consumo que compensasse a perda de receita. Entre julho e novembro, pelos cálculos do fisco estadual a perda de receita foi de R$ 97 milhões.

De julho a novembro de 2014, quando a alíquota era de 17%, a arrecadação com diesel chegou a R$ 327 milhões, neste ano, ficou em R$ 230 milhões. O consumo ao invés de aumentar 35%,como se esperava, caiu de 651 milhões de litros entre julho e novembro de 2014, para 646 milhões de litros,queda de 5 milhões. Comparando os volumes de venda, em novembro de 2012 foram R$ 112 milhões, em novembro de 2013 foram R$ 117 milhões, em novembro de 2014 foram R$ 124 milhões e em 2015 o volume de vendas alcançou R$ 110 milhões.

Fonte: Campo Grandenews

PUBLICIDADE:
GARFO DE OURO

Comentarios

Más popular

Arriba