Economia

Bitcoin valoriza 390% no Brasil até agosto

A valorização acumulada do bitcoin no Brasil nos oito primeiros meses de 2017 bateu 390,6%, de acordo com dados publicados no relatório do mês de agosto do site bitvalor.com, plataforma de acompanhamento de preços do mercado brasileiro. O índice BRXBT fechou o mês a R$17.934,75, alta de 98% em relação ao mês anterior.

Somente em agosto, o mercado nacional negociou um volume total de R$449 milhões, o equivalente a todo volume transacionado no país no ano de 2016.

Além disso, o montante de agosto foi o dobro do mês anterior. Apenas no dia 31 de agosto foram negociados mais de R$​33​ ​milhões​.

A forte alta está relacionada a dois principais eventos que ocorreram no mês. O primeiro deles foi o surgimento do Bitcoin Cash, no dia 1º de agosto. Além disso, também houve forte impacto positivo no preço devido à ativação da proposta de melhoria do código do protocolo Bitcoin chamada de SegWit (Segregated Witness), que abriu espaço para o aumento do número de transações na rede.

No ano, o volume​ ​acumulado​ ​ultrapassa R$​​1,6​ ​bilhão​ e a projeção aponta um potencial volume anual entre​ ​R$​​2,5​ ​bilhões​ ​e​ ​R$​3​ ​bilhões​.

O relatório do BitValor ainda chama a atenção para o elevado ágio do mercado brasileiro em relação aos preços internacionais. Comprar bitcoin no Brasil foi 19,9% mais caro que adquiri-lo fora do país em mercados mais líquidos, como nos Estados Unidos e Europa. Isso deve-se ao fato de que existem muito mais compradores de bitcoin no Brasil que pessoas dispostas a vendê-lo.

A concorrência entre as corretoras brasileiras de bitcoin também dá sinais de acirramento. A Foxbit perdeu 4,7% de participação de mercado no mês, fechando o período com uma fatia de 47,8% do mercado nacional. A corretora Mercado Bitcoin ganhou 5,8% de participação, consolidando-se como a segunda corretora com maior volume do país com 33,5% do mercado. A BitcoinToYou apresentou queda de 2,5% no market share, ficando na terceira posição com 13,4% do mercado.

A surpresa do mês foi o crescimento das negociações na plataforma peer-to-peer (P2P) LocalBitcoins, que apresentou o quarto maior volume, com 2,4% de crescimento e participação total de 3,3% do mercado.

Negocie Coins e FlowBTC ocuparam, respectivamente, a quinta e sexta posições do mercado, com menos de 1% de participação cada.


BITCOIN#Capitanbado

As transferências internacionais e câmbio. Em vez de usar uma mudança de bolso ou um cartão bancário de rua, você pode pagar instantaneamente uma conta com sua carteira móvel (semelhante ao Apple Pay) ou usar um cartão de débito plástico ou virtual, em qualquer loja ou qualquer site onde Visa seja aceito. É assim tão fácil. E uma vez que você começa a usar o Bitcoin, você começará a notar quantos locais já sinalizam que dizem “Aceitamos Bitcoin aqui”. Por exemplo, no site Classificados BTC existem dezenas de anúncios de produtos e serviços, desde carros, eletrônicos, até imóveis de luxo!
E a “mania Bitcoin” só acaba de começar.

https://backoffice.minerworld.com.br/waldirvip

Comentarios

Más popular

Arriba