Economia

Bitcoin pode valer US$ 11 mil em 2018, prevê analista

Analista subiu o preço-alvo para a moeda digital em 2018 de US$ 7.500 para US$ 11.000

Bitcoin: moeda digital acumula valorização de 600% no ano (Benoit Tessier/Reuters)
São Paulo – Nem mesmo os analistas mais otimistas conseguem acompanhar a valorização da bitcoin. Ronnie Moas, da Standpoint Research, já dizia que o mercado de bitcoin um dia chegará a US$ 8 trilhões, como o do ouro. Agora, ele subiu o preço-alvo para a moeda digital em 2018 de US$7.500 para US$ 11.000.

PUBLICIDADE.
AHORRA EN SALTO DEL GUAIRA.

“Todos os dias saem mais notícias” sobre o assunto, escreveu Moas em email a clientes. “Mais países estão adotando e os poucos obstáculos existentes estão tombando como dominós.”

O valor da bitcoin bateu recorde em todos os dias da semana passada e superou a marca de US$ 7.000 pela primeira vez na quinta-feira, após a CME Group anunciar planos de oferecer contratos futuros de bitcoin até o fim do ano.

O valor de mercado da moeda digital saiu de menos de US$ 20 bilhões no começo do ano para mais de US$ 120 bilhões, enquanto a cotação avançou mais de 600%. Desta forma, fica mais difícil divulgar estimativas que acompanhem o movimento.

O interesse crescente em moedas digitais e na tecnologia subjacente (blockchain) está por trás dos ganhos do primeiro e maior instrumento financeiro digital. Existem mais de 100 fundos de hedge focados em moedas digitais e as startups agora levantam mais dinheiro por meio de ofertas iniciais de moedas (initial coin offerings ou ICOs) do que com injeções de venture capital. Aprofunde sua leitura: Blockchain – a SONDA explica o que é e como essa tecnologia pode ser utilizada Patrocinado

No mundo todo, autoridades reguladoras se perguntam como lidar com o segmento, enquanto surgem empreendimentos dedicados a investidores institucionais intrigados com esses ganhos.

Para Moas, o preço da bitcoin continuará subindo. Ele prevê que até 5 por cento da população global terá aplicações nesse ativo em 5 a 10 anos, comparado a uma parcela inferior a 0,5 por cento atualmente. O total de moedas em circulação será limitado a 21 milhões por causa do código de programação original. “Eu nunca vi um desequilíbrio tão grande entre oferta e demanda na minha vida”, ele ressalta.

Por outro lado, bancos e analistas avisam que a valorização significa que há uma bolha prestes a estourar. O último a soar o alerta foi o vice-presidente do Société Générale, Severin Cabannes, que declarou que “a bitcoin é hoje, a meu ver, muito claramente uma bolha”.

O presidente do Credit Suisse, Tidjane Thiam, fez uma afirmação bastante parecida, enquanto o comandante do JPMorganChase, Jamie Dimon, disse que a moeda não passa de uma “fraude”.Moas discorda.

“O que esperar deles?”, questionou Moas. Eles têm “investimentos pesados nos bancos americanos listados em bolsa que estão ameaçados pelas moedas digitais. A bitcoin não é um golpe e não é uma bolha. É mais fácil encontrar golpes e bolhas no mercado acionário americano.”
EXAME

ASSET TRADING
PUBLICIDAD:

Comentarios

Más popular

Arriba