Brasil

Comércio de MS pode ter neste ano o pior Natal desde 2003

Comércio de MS pode ter neste ano o pior Natal desde 2003

Os números da economia permitem apenas que o setor varejista estime crescimento zero nas vendas do Natal deste ano na comparação com a mesma data de 2014. “A tendência é de estabilidade em relação ao ano passado”, projeta o presidente da Associação Comercial e Industrial de Campo Grande (ACICG), João Carlos Polidoro. “Se empatar, já é uma vitória”, comenta.
Caso as vendas fiquem estagnadas, a variação será a menor desde 2003, quando o volume vendido pelo comércio sul-mato-grossense contabilizou queda de 1,3%, conforme dados Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Pelo histórico da entidade, o incremento médio para o período é de 7,5% em Mato Grosso do Sul. Para evitar resultado ainda pior, empresas deverão adotar estratégias de economia nas compras e cortar margens de lucros.
A estagnação em relação ao Natal de 2014 é um resultado modesto, considerando que esse ano contabilizou baixo crescimento na comparação com 2013. De acordo com o IBGE, o volume de vendas teve alta de 0,6% em dezembro passado sobre mesmo mês do ano anterior. Essa variação é a terceira menor da série histórica, iniciada em 2001 – supera apenas os desempenhos de dezembro de 2002 (-2,3%) e de 2003 (-1,3%).
(*) A reportagem, de Osvaldo Júnior, está na edição de hoje do jornal Correio do Estado.
Fonte: Correio do Estado
PUBLICIDADE.
GRUDABEM

Comentarios

Más popular

Arriba