Brasil

Campo-grandense é estuprada e morta durante visita à família no Paraná

Rosimeire Oliveira de Souza tinha 31 anos
Um crime bárbaro envolvendo uma campo-grandense chocou a população de Sarandi, região metropolitana de Maringá (PR). Rosimeire Oliveira de Souza, 31 anos, foi estuprada e morta por três bandidos que invadiram a casa onde ela estava. Ela tentou defender uma sobrinha de 12 anos dos homens, que também foi violentada.
PUBLICIDADE:
FLORESTA
De acordo com portais de notícias da região, que noticiaram o crime, na madrugada desta quinta-feira (21), os bandidos entraram na casa por uma das janelas da cozinha. A primeira a ser abordada foi a mãe de Rosimeire, uma senhora identificada como Bernardete, que dormia com uma criança em um dos quartos.

A campo-grandense, que visitava a família no Paraná, foi acordada com agressões e teria sido obrigada a tirar a roupa por um dos bandidos. Uma sobrinha de Rosimeire, de apenas 12 anos, também foi obrigada a ficar nua.

A suspeita da polícia é que a tia tenha tentado defender a sobrinha e impedir o estupro, mas acabou sendo ela mesmo violentada e morta pelos criminosos. O corpo apresentava várias lesões no crânio. A menina também sofreu abuso e foi encaminhada para um hospital da região.

Após o crime, os bandidos fugiram levando dinheiro e objetos da casa. As vítimas que sobreviveram contaram aos policiais que durante o assalto, os homens se referiam uns aos outros com os nomes Pablo, Douglas e Jeferson. Um deles usava piercing na sobrancelha e outro deixou uma camiseta na cena do crime.

A polícia paranaense acompanha o caso e está à procura os suspeitos.(Midiamax)
PUBLICIDADE:
banner-anuncie

Comentarios

Más popular

Arriba