Marketing

Boa produtividade garante margens positivas aos sojicultores no Paraguai, mesmo diante dos preços baixos, em torno de US$ 15,00/saca

Boa produtividade garante margens positivas aos sojicultores no Paraguai, mesmo diante dos preços baixos, em torno de US$ 15,00/saca.

A condição da safra paraguaia de grãos e os preços da soja serão temas da apresentação de João Batista Olivi e Miguel Daoud, neste sábado em Minga Porá- PY. Evento será transmitido ao vivo pelo Notícias Agrícolas a partir das 10h (Brasília)
publicidade:
FB_IMG_1455240508855
No Paraguai a boa produtividade da safra 2015/16 de grãos deve garantir resultados positivos aos produtores, apesar dos preços baixos que tem refletido a queda das commodities na Bolsa de Chicago.

Diferente do que acontece no Brasil, onde o dólar favorece a composição das cotações no mercado interno, no país vizinho os produtores têm sofrido com as baixas internacionais da soja e do milho. No entanto, com o investimento em tecnologia e cultivares de melhor rendimento, os agricultores ainda conseguem ter saldo positivo nesta temporada.

O gerente de marketing da Agrotec, Luiz Alberto Conink, afirma que “as margens estão apertada e em alguns casos chegam a fica negativa por causa dos investimento de curto prazo, mas apesar disso conseguem se sair bem neste ano agrícola”, destaca. Na região a tonelada da soja está cotada entre US$ 250 a US$ 270 dólares, ou US$ 15 a saca.

Em produtividade, as primeiras lavouras semeadas no inicio de setembro, alcançaram rendimento médio de 4 mil quilos por hectare. Posteriormente, algumas áreas sofreram com estiagem em janeiro, caindo em rendimento. Na média, a expectativa é de terminar a colheita com produtividade média de 3.500 quilos por hectare, totalizando de 7 a 8 milhões de toneladas.

A preocupação agora é com a chuva no período de retirada do grão do campo. De acordo com Conink, tem chovido quase todos os dias desde meados do mês passado, o que pode reduzir a qualidade do produto. Até o próximo dia 20 é esperado que a colheita avance, chegando a quase toda a área.
publicidade:
inmobiliaria 2
Milho Safrinha

As expectativas para a safrinha de milho também são positivas para esse ano. Segundo Conink, o plantio antecipado e o investimento em tecnologia devem garantir até junho lavouras implantadas com potencial de 6 a 8 toneladas por hectare.

A demanda para o cereal ainda é majoritariamente para exportações. No entanto o gerente destaca o crescimento dos rebanhos bovinos, suínos e de frango que tem aumentando o consumo interno do milho para ração.

Além disso, “quando há a diminuição de oferta no Brasil, o Paraguai acabando tendo uma boa praça para fazer negócios dos grãos”, destaca Conink.

Agro Expo Coopasam

De 11 a 13 de fevereiro, acontece em Minga Porã, no Paraguai, a Agro Expo Coopasam e o evento contará com transmissão ao vivo pelo Notícias Agrícolas.

E no dia 13, a partir das 10h (horário de Brasília, 9h horário local) o jornalista João Batista Olivi, diretor do site Notícias Agrícolas, traz um bate-papo sobre os preços e as perspectivas para o mercado da soja, ao lado do analista Miguel Daoud, que irá tratar do mercado financeiro e de política.

Por: Aleksander Horta e Larissa Albuquerque
Fonte: Notícias Agrícolas
publicidade:
NORTE

Comentarios

Más popular

Arriba